SABÓ investe em sistema de monitoramento inteligente para economia de água

monitoramento de água

SABÓ investe em sistema de monitoramento inteligente para economia de água


Dando continuidade aos projetos de sustentabilidade implementados na SABÓ, a empresa recentemente investiu em um sistema de monitoramento inteligente para economia de água em sua fábrica de Mogi Mirim, interior de São Paulo.

O sistema, desenvolvido para esta aplicação industrial, em parceria com a empresa Yágua é capaz de detectar vazamentos prontamente, informando os gestores e mobilizando contingências aceleradas. O objetivo desse monitoramento se alinha com a proposta de sustentabilidade da SABÓ, observando a minimização de uso dos recursos naturais e a máxima eficiência, evitando gastos desnecessários. Com a solução, é conhecido e gerenciado o consumo em pontos chave da operação, estimulando melhoria contínua e rápida medição de efeitos a partir de ações tomadas.

Foram instalados pontos diferentes de monitoramento, com medição detalhada individual do consumo em tempo real.

Todos os dados captados são transmitidos via aplicativo para o sistema de gestão da empresa, controlado pelo Paulo de Moura, Técnico de Manutenção Predial da SABÓ. “Conseguimos entender melhor o nosso consumo de água por ponto monitorado e caso tenhamos alguma perda no comparativo com o histórico regular de consumo, via algoritmo, conseguimos detectar e sanar o problema rapidamente. Evitamos interrupções maiores e problemas de vulto para os nossos setores, além do risco de somente descobrir perdas relevantes no momento em que chega o boleto de cobrança da concessionária.”, explica Moura.

“A digitalização segue avançando, enquanto depositamos muita atenção à qualidade e potencial desses recursos de gestão em tempo real. Itens relacionados a eficiência energética, consumo de materiais, gestão de risco, eficiência no uso de ativos são os principais campos de oportunidade. A parceria com a Yágua traz um componente precioso para a SABÓ: a perda de água, em nossa empresa, pode desdobrar-se em impacto ambiental, parar fração da operação, além de consumir recursos nobres. Toda gestão em tempo real agrega muito para o bom andamento dos processos, neste ambiente moderno da indústria 4.0.”, explica Ricardo Avila, Diretor de Operações da SABÓ.

Com esse novo sistema, a SABÓ segue reduzindo o consumo proporcional na empresa, sustentando seu crescimento, promovendo economia e garantindo uso consciente da água por todos.

Texto: Paula Skoretzky / PSC Comunicação – Assessora de Imprensa SABÓ
Foto: Divulgação / Site Yágua

Compartilhe!