0800 77 12 155

Tem uma princesinha na Rainha dos Motores

Tem uma princesinha na Rainha dos Motores
CURIOSIDADES Rainhas do Motor Andreia Justos

Podemos afirmar que a paixão pela mecânica e pelos automóveis não escolhe cor, sexo e muito menos idade, que o diga a empresária Andréia Justos e sua filha Angelina. Ambas adoram mexer em carros e são apaixonadas por corridas de automóveis. E tem muito mais em comum entre essas duas bravas guerreiras. Confira!

Uma paixão que começou com a então adolescente Andreia já contagiou a pequena Angelina e a simpatia destas duas contagia quem as conhece.

Apaixonada por automóveis desde a infância, Andréia ficava acompanhando o trabalho dos mecânicos na oficina de seu pai, mas existia o preconceito de que oficina não é lugar de mulher e para quebrar essa barreira, aos 15 anos ela resolveu sair de casa e iniciar sua carreira independente.

“Alguém falou que eu devia estudar medicina e eu entendi oficina.” Com esta frase postada em sua página na rede social do Instagram, Andréia explica de forma divertida como surgiu a mecânica em sua vida.

Ela conta que iniciou na mecânica aos 16 anos, que foi quando começou de fato a trabalhar na área para se manter. “Meu primeiro trabalho foi trocar os cabos e velas de ignição de um Chevrolet Celta. Com o que aprendi olhando o trabalho de outros mecânicos e sempre com a curiosidade de pesquisar muito e, literalmente, errar muito para enfim acertar, consegui ter um bom conhecimento sobre automóveis e a mecânica. Posso afirmar que, modéstia à parte, consigo dominar o assunto hoje em dia, mas nunca paro de estudar e pesquisar”, afirma a sempre alegre e sorridente loira.

Com muito esforço e sempre fazendo um bom trabalho, ela seguiu com seu projeto de viver do seu trabalho na mecânica e sua primeira oficina foi numa garagem que mal cabia um carro. “Somente quando fiz 18 anos aluguei um local melhor, pois já era maior de idade.”

Hoje, ela tem sua própria oficina na Vila Mariana, bairro da zona sul da capital paulista, a Rainha dos Motores, nome da empresa e codinome que utiliza nas redes. “A minha filha vive me chamando desta forma. O apelido pegou e acabei trazendo ele para o Instagram”, explica a empresária/youtuber/mecânica.

Essa competência técnica, espontaneidade e espírito empreendedor a levaram a compartilhar seus conhecimentos sobre mecânica em postagens nas redes sociais como Facebook e Instagram, além dos vídeos em seu canal no portal YouTube.

E foi através dos vídeos que pudemos conhecer a pequena Angelina, com apenas sete anos, que nas férias resolveu dar uma “forcinha” no trabalho da Rainha dos Motores, empresa da mamãe Andréia, e sob a supervisão e os olhares cuidadosos da mãe/mecânica, deu um show de graça e simpatia operando ferramentas pneumáticas, desmontando pneus e dando uma aula sobre componentes do veículo.

 

 

“A entrada da minha filha nessa história, basicamente, vem de ela me ver trabalhar desde que era pequenininha. Mas meu foco é que ela estude e brinque muito, não é à toa que quando ela quer aprender algo nós negociamos muito, mas tudo parte dos desejos dela”, comenta a mãe/empresária/youtuber/mecânica.

Essa negociação nem sempre é fácil, mas rendeu mais uma semelhança entre mãe e filha. Andréia, mesmo antes de ser mãe, comprou um kart, já pensando que sua filha (ela tinha certeza que teria uma menina) iria gostar de pilotar, assim como ela, que compete nas provas de Track Day com seu Jeep Grand Cherokee 5.2 litros V8, ano 1998 e, em breve, nas provas de Drift com a mais recente aquisição, um Mazda 929, 3.0 litros V6, ano 1995.

 

 

Mas na maioria das vezes, as dificuldades cercaram a vida de Andréia. Aos 19 anos decidiu ser mãe e, com a oficina sempre com muitos serviços, trabalhou até os últimos minutos da gestação. “A Angelina nasceu e depois de 7 dias já estava de volta ao trabalho com ela no meu colo.”

Andréia afirma que embora muita coisa tenha mudado, a oficina mecânica ainda é uma profissão majoritariamente exercida por homens. “Todos os dias eu tenho que provar que sou capaz, que posso ser mecânica, mas também posso me cuidar. Já tive que mostrar minhas mãos para homens que desconfiavam do meu trabalho só porque minhas unhas não são sujas de graxa.”

Outro preconceito enfrentado por ela é quanto à idade. “Quando eu vou lidar com algo jurídico sempre tem comentários sobre ser “nova” – em outubro agora faço 27 anos”, comenta a “Rainha” e exemplifica: Fui ao banco pedir empréstimo para começar minha nova oficina e ter um capital inicial para investir. Enquanto o gerente digitava no computador, ele olhava para mim e me “media” de cima abaixo. Perguntava várias vezes as mesmas coisas e, no final, ele levantou da cadeira e disse que já voltava. Neste momento, me levantei para beber água e, ao passar perto do gerente que me atendia, ouvi ele dizer para outro funcionário do banco que não ia liberar a operação financeira mesmo que o sistema liberasse. Eu fiquei abismada e voltei para cadeira. Ele chegou com uma cara de ‘cão azedo’ e disse: senhora Andréia, infelizmente você foi reprovada, pois não possui perfil”.

 

 

Apesar de todos os percalços, ela não desanima e persegue seus ideais e projetos na oficina, nas redes sociais, nas pistas e na educação da linda Angelina. “Em 15 de outubro faço três anos de Instagram e YouTube, e a experiência tem sido interessante e, em alguns momentos estressantes, mas faz parte do processo. A audiência está grande, graças a Deus, e a cada dia que passa atinge um público maior e não só regional, Brasil todo e alguns pelo mundo”, comemora a bela loira/mecânica.

 

Mãe, empresária, mecânica, influenciadora digital e piloto, como influenciadora digital e piloto, como ela faz para conciliar isso tudo?

“É difícil conciliar tudo. Eu durmo 4 horas por ciclo de 24 horas e já tem 9 anos que faço esse tipo de jornada, pois no começo para ter dinheiro e começar comprar minhas ferramentas, ia para a feirinha da madrugada comprar mercadoria e vender os produtos
durante o dia.”

Segundo Andréia, o que dá mais trabalho é gerenciar as redes sociais, pois postar um material simples ocupa em média 6 horas.

“Agora, se eu for gravar esse tempo dobra, pois tem a edição de vídeo, finalização, postar, interagir e mais um monte de outras atividades. “Dou o máximo de atenção para todos os meus seguidores”.

Já sobre ser piloto, ela diz que isso ainda é uma novidade, mas que ela faz com muito prazer. Minha jornada realmente é puxada, mas tudo é por uma boa causa e um dia, lá pros meus 40 anos, quero diminuir o ritmo, porém não deixar de trabalhar”, planeja Andréia e completa: “Empresária eu serei em breve, se Deus quiser! Por enquanto estou falida mesmo, kkkkkk.”

https://www.youtube.com/c/RainhasdoMotor

https://www.instagram.com/andreiajustos/

 

Compartilhe esta notícia

Categoria

Recentes

Pesquisar artigos do caderninho Sabó
Notícias Relacionadas
slide ebook belas peruas elegantes
E-book

Belas e elegantes peruas!

Elas já foram sucesso e preferência na escolha dos motoristas. Hoje, estão em extinção e poucas delas ainda são produzidas fora do Brasil. Conheça alguns

Leia mais »