O motor do carro pode (ou não) ser lavado?

Lavar_Motor_1200_630_px

O motor do carro pode (ou não) ser lavado?


Todo cliente gosta de receber seu carro limpinho, com a pintura brilhando, vidros refletindo a imagem, pneus bem pretinhos e, ao abrir o capô do cofre do motor, uma surpresa: motor do mesmo jeito que foi para a oficina. Essa é a situação mais comum, uma vez que existe muita desinformação se é recomendado ou não lavar o motor do veículo.

“Lavamos seu motor” – Antigamente, era muito comum esse tipo de placa ou cartaz nos postos de combustíveis e lava-jatos de todo o Brasil. Sem o menor temor, as pessoas abriam o capô e, com o auxílio da mangueira, davam jatos de água em todos os componentes.

Alguns proprietários caprichavam ainda mais, com uma boa borrifada de óleo de mamona ou óleo diesel – mal sabiam que isso só deixava o motor limpinho e pretinho na hora, ajudando a acumular poeira após a secagem

A partir das décadas de 80 e 90, com a péssima experiência de carros falhando ou sem partida após a lavagem do motor, essa prática foi sendo esquecida e hoje, poucas empresas e profissionais executam esse serviço, preferindo uma limpeza pontual e sem aquele jato potente das mangueiras de água.

Mas afinal, o motor pode ser lavado? Sim, mas este procedimento exige alguns cuidados.

Normalmente, as pessoas que vivem em áreas urbanas e circulam em estradas pavimentadas devem limpar seus motores no máximo duas vezes por ano. No entanto, quem mora no campo ou dirige muito off-road – onde se depara com muita poeira, sujeira e detritos – pode ter que limpar seus motores a cada três meses.

Limpar o motor exige conhecimentos e segurança para evitar erros que podem causar mau funcionamento, como por exemplo, os sensores e fios do motor não devem ser expostos à água. Eles podem causar curtos-circuitos, levando a um motor defeituoso que pode ser muito caro para consertar.

Como limpar o motor de um carro

O motor do carro pode (ou não) ser lavado?

1. Programe-se – O ideal é optar por um dia quente. O tempo mais quente, com baixo teor de umidade, ajudará o motor do carro a secar mais rápido.

2. Separe o material de limpeza – Para limpar com eficácia o motor de um carro, você precisará de alguns equipamentos e produtos, tais como:

  • Uma escova não metálica
  • Limpador simples e multifuncional
  • Compressor de ar ou uma toalha limpa
  • Fita e um saco plástico
  • Fontes de água, de preferência uma lavadora de pressão
  • Óculos e luvas de segurança
  • Desengraxante biodegradável para motores
  • Chave para remover os cabos da bateria.

3. Deixe o carro esfriar – Se o carro estava funcionando, desligue-o e abra o capô para permitir que o motor quente esfrie por algumas horas antes de limpá-lo. Na verdade, é aconselhável limpar o motor pela manhã, pois o carro teria esfriado durante a noite.

4. Aperte a vareta e as tampas – Vede firmemente o fluido de freio, fluido de direção hidráulica, líquido refrigerante e outras tampas de reservatório de líquido. Pressione a vareta medidora de nível para garantir que esteja devidamente vedada.

Isso evita que a água entre nos fluidos, evitando assim reações químicas e degradação, que podem danificar o motor.

5. Proteja a bateria – Não é recomendável desconectar os terminais da bateria, pois isso pode desprogramar algumas funções do sistema de gerenciamento do motor. Assim, com auxílio de fita adesiva e saco plástico proteja-a de ser molhada e danificada.

6. Cubra sensores, conectores e terminais elétricos – Cubra os componentes elétricos sensíveis com um saco plástico e feche-os bem com fita isolante. Proteja recursos como unidades de controle do motor, fios de ignição, tampas de distribuidor, velas de ignição, pacotes de bobinas, alternadores e outros filtros.

Proteger esses compartimentos de molhar irá garantir que você limpe completamente o motor sem medo de danificar nada.

7. Remova a sujeira – Agite a sujeira e o pó da superfície com um pincel com cerdas sintéticas e aspire. Depois de limpar a sujeira, umedeça o compartimento do motor com água morna para ajudar a remover a sujeira solta. Em seguida, pulverize o desengraxante em todos os compartimentos do motor e deixe-o de molho por 10 minutos.

8. Enxágue o compartimento do motor usando um jato fraco de pulverizador de pressão. Evite o uso de pulverizador de alta pressão, pois pode vazar água nas áreas cobertas, causando problemas. Comece a enxaguar por trás, indo para a frente.

9. Finalize – Depois de enxaguar, espere a água evaporar e então limpe o motor com um pano de microfibra macio. Alternativamente, você pode usar um compressor para soprar o ar para os cantos e recantos, removendo assim o excesso de água.

Depois de enxugar a água, remova o plástico e a fita isolante das áreas cobertas. Descarte-os corretamente. Deixe o motor com o capô levantado por cerca de uma hora ou até que tudo seque completamente.

11. Ligue o carro – Quando o motor estiver completamente seco, dê partida no carro e deixe-o funcionar normalmente até atingir a temperatura de operação; você pode dirigi-lo ou desligá-lo.

Dessa forma, torna-se fácil manter a boa aparência do motor e também ser capaz de identificar e resolver quaisquer problemas emergentes do motor, garantindo a segurança.

Compartilhe!