Motor com alto consumo de combustível: sabia que pode ser a junta ou retentor

motor com alto consumo de combustivel

Motor com alto consumo de combustível: sabia que pode ser a junta ou retentor


Geralmente, quando o cliente reclama do consumo de combustível em seu carro, a primeira providência do reparador é trocar as velas de ignição, analisar sensores e atuadores da Injeção Eletrônica ou trocar os filtros. Mas você sabia que uma junta ou retentor danificado também aumentam o consumo de combustível? Entenda como isso acontece nesta dica preparada pela equipe do Caderninho SABÓ.

Motor com alto consumo de combustível: sabia que pode ser a junta ou retentor

Se você já trocou uma dezena de peças e o cliente continua reclamando que o consumo de combustível está alto, pode ser que o problema não seja apenas um componente fora dos padrões ou com funcionamento irregular.

Quanto a troca de um jogo de velas de ignição e os testes de sensores e atuadores não resolvem, a solução pode ser uma análise do funcionamento dos componentes mecânicos, pois uma peça falhando pode gerar uma situação anormal e uma leitura errada dos parâmetros esperados por um sensor ou atuador.

O aumento do gasto de combustível é sempre um motivo de preocupação. Não importa se falamos de um aumento de consumo pequeno ou grande. Infelizmente, não é simples descobrir a razão que leva um carro a gastar mais combustível. Isso porque qualquer problema mecânico, elétrico ou eletrônico tem o potencial de impactar a eficiência do motor. Alguns exemplos de componentes eletroeletrônicos problemáticos são:

  • Uma sonda lambda defeituosa.
  • Um termostato danificado.
  • Uma vela de ignição problemática.
  • Um catalisador entupido.
  • Um bico injetor sujo.

Nos itens mecânicos, um dos problemas mais comum é o desgaste irregular das camisas causado por aperto excessivo de parafusos de cabeçote, o que acaba comprometendo inúmeras peças. As bielas também precisam ser avaliadas, pois podem estar tortas, o que pode provocar o desalinhamento dos pistões e comprometer a compressão do cilindro.

Veja alguns outros exemplos de falhas mecânicas de motor:

  • Válvulas de cabeçote ou sedes comprometidas.
  • Falta de pressão de óleo para carga dos tuchos.
  • Tuchos danificados.
  • Alojamento de tuchos danificados, prejudicando sua carga.
  • Polia do comando errada ou mau posicionada.
  • Motor fora de sincronia.
  • Cabeçote trincado ou empenado.
  • Desgaste irregular das camisas.
  • Componentes de vedação danificados ou aplicados erroneamente.

Neste último item, vamos destacar quatro aplicações: retentores de haste de válvulas, junta de cabeçote, juntas do coletor de admissão e junta do corpo de borboleta e vedações da bomba d´água.

Retentores de haste de válvulas

Motor com alto consumo de combustível: sabia que pode ser a junta ou retentor

Um dos sintomas de desgastes nos retentores de válvulas é o consumo excessivo de óleo lubrificante, o que aumenta também o consumo de combustível.

Os retentores de haste de válvulas são pequenas peças de borracha que ficam na haste das válvulas. Eles servem para vedar e impedir a passagem de óleo e outros fluídos do cabeçote do motor para a câmara de combustão. Além disso, também garante que impurezas como terra e poeira não entrem nas válvulas e comprometam a performance do seu veículo.

Caso esse tipo de vazamento seja negligenciado, o óleo vai começar a queimar junto do combustível, causando a diminuição do nível do fluído, aumento do consumo de combustível pela proporção errada na mistura ar X combustível e a geração de uma fumaça azulada e um tanto mais espessa no escapamento. Além disso, em último caso, com o esgotamento do óleo pode ocorrer de o motor fundir.

Junta de cabeçote

A junta do cabeçote é responsável por unir o cabeçote com o bloco do motor de uma maneira que esta união seja plenamente vedada. Desse modo, permite a compressão da mistura (ar/combustível) nos cilindros presentes no bloco. Assim, protege também as partes metálicas do desgaste e do empenamento.

Quando a junta não realiza a perfeita vedação do motor, haverá a contaminação do combustível por lubrificante e até pelo líquido de arrefecimento, prejudicando a perfeita queima da mistura e podendo até ocasionar a queima da junta devido à alta temperatura de trabalho.

Junta do coletor de admissão e junta do corpo de borboleta

Motor com alto consumo de combustível: sabia que pode ser a junta ou retentor

Vazamentos de vácuo geralmente acontecem em torno de mangueiras de vácuo deterioradas e conexões soltas. Mas estes vazamentos também podem acontecer ao redor da junta do coletor de admissão ou da junta do corpo de borboleta.

Um vazamento de vácuo pode afetar o funcionamento do módulo eletrônicos do carro e muitos sensores ou atuadores que precisam de vácuo para operar, como o sensor MAP.

Vedação da bomba d´água

Motor com alto consumo de combustível: sabia que pode ser a junta ou retentor

Uma bomba-d’água com problemas pode causar sérios estragos nos veículos, que vão desde a oxidação do óleo, gasto excessivo de combustível, superaquecimento e até o travamento do motor. Isso pode ser decorrente da perda da eficiência de vedação e vazamento do líquido de arrefecimento, o que causará superaquecimento do motor.

Como evitar estes problemas? Juntas, retentores e demais componentes de vedação SABÓ, é claro!

Motor com alto consumo de combustível: sabia que pode ser a junta ou retentor
Compartilhe!