Vans e picapes são ótimas oportunidades de negócios

SAB_0025_21 News Caderninho MAR 1200x630_1

Vans e picapes são ótimas oportunidades de negócios


Quer trabalhar com picapes grandes e vans de serviço? Então prepare sua oficina. Embora alguns veículos destas categorias estejam equipados com as mesmas tecnologias e sistemas utilizados nos veículos de passeio, estamos falando de veículos maiores, mais pesados e com peças específicas.

Então, antes de abrir as portas para atender estes clientes, avalie se sua empresa está pronta para receber os “grandinhos”. Analise sua empresa e veja quais ajustes em equipamentos, ferramentas, treinamentos e espaço físico serão necessários para atender estes clientes.

Segundo dados do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) e da ANTT (Agência Nacional de Transporte Terrestres), até 2018 a frota brasileira em circulação era de 65,8 milhões de veículos, sendo que mais de 10% deste total era formada por veículos comerciais leves, picapes e furgões, o que representava quase 7 milhões de potenciais clientes para empresas de reparação automotiva aptas a atender estes clientes.

Vans e picapes médias são veículos de médio porte que assim como os veículos leves, necessitam de manutenção preventiva e corretiva. Uma oficina mecânica que pretenda atender estes modelos precisa de espaço físico, ferramentas e equipamentos adequados, profissionais treinados e, principalmente, informações técnicas e parceiros confiáveis.

Normalmente estes veículos são utilizados para transportar cargas menores e grupos de pessoas, assim, mais do que cuidar do bom funcionamento de todos os sistemas destes veículos, sua empresa será responsável por cuidar da segurança do veículo, o que equivale a cuidar da segurança de seus ocupantes.

Adequação física da oficina – Estes são veículos maiores e mais pesados, assim manobrar e suspender exigirá mais espaço e elevadores automotivos mais robustos, além de ferramentas, bancadas e outros equipamentos mais resistentes para remover e trabalhar com as peças maiores e mais pesadas.

Álcool, diesel, gasolina ou GNV – Isso mesmo. Vans, picapes e até alguns VUC´s (Veículos Urbano de Carga) serão seus clientes e isso significa que você deve estar preparado para atender motores alimentados por qualquer um destes quatro combustíveis. Isso implica em ter fornecedores de peças, informação técnica e ferramentas e equipamentos para diagnóstico e reparos em motores diferentes.

Prazos – Como uma oficina especializada em vans, caminhonetes e picapes, entenda a urgência de alguns proprietários destes veículos. É bastante provável que uma minoria use para passeio e lazer, com o maior número de clientes utilizando seus veículos para trabalho e negócios. Isso representa prazos menores e prejuízos maiores a cada dia sem o veículo.

Possuir uma caminhonete, van ou picape é sinônimo liberdade para acessar locais que um carro de passeio não permite, além de poder transportar cargas significativas, além do que, muitos destes veículos também têm tração nas quatro rodas, demandando um custo operacional mais alto de manutenção, ou seja, quanto mais exigido for o veículo, mais atenção e cuidados, mas também orçamentos mais elevados.

Por fim, os intervalos entre as revisões de veículos para serviços de carga ou fora de estrada geralmente são muito menores do que os intervalos sugeridos para o uso regular, por isso, tenha uma agenda mais frequente de contatos com seus clientes.

Dicas gerais de revisão

  • Fluidos e lubrificantes merecem atenção especial.
  • Suspensão – Transporte de cargas e mesmo o próprio peso desse tipo de veículo podem exercer muito desgaste aos componentes.
  • Transmissão – O fluido da transmissão deve ser verificado nos mesmos intervalos que o óleo do motor.
  • Freios e direção hidráulica – Além da troca periódica dos fluídos, inspecione sempre as condições dos componentes do sistema de freios e a precisão da direção.
  • Diferencial – A maioria dos veículos desta categoria terá entre um e três diferenciais no veículo que precisarão ser verificados e mantidos. Se o veículo é de tração nas quatro rodas, os chamados 4×4, provavelmente haverá três diferenciais: na frente, no centro (dentro da caixa de transferência) e o diferencial traseiro.
  • Geometria da suspensão – Para a maioria dos veículos, os componentes de suspensão podem durar por toda a vida útil do veículo, mas para os veículos que enfrentam condições de estradas irregulares e transportam grandes volumes de peso, precisam ser inspecionados regularmente. Verifique as molas em busca de rachaduras e se os parafusos estão devidamente apertados. Verifique também se os amortecedores tem quaisquer vazamentos ou parafusos soltos.
  • Direção – É recomendável verificar os componentes da direção em cada intervalo de troca de óleo e lubrificar as juntas esféricas para mantê-las bem lubrificadas.
  • Ignição – Velas de ignição devem ser substituídas regularmente. Se algum resíduo de óleo for encontrado na vela de ignição ou se estiver muito enegrecida, provavelmente haverá vazamento de óleo. Se o plugue estiver excepcionalmente limpo, pode haver um vazamento da junta.

SABÓ tem uma linha completa de produtos para picapes, vans e caminhonetes

Muito importante! De nada adianta adequar sua empresa para atender este nicho de clientes e descuidar da qualidade e garantia dos componentes que utiliza nos seus serviços. São veículos de valor elevado e, em geral, que geram receita para seus proprietários, e estes são muito criteriosos e exigentes na escolha da oficina e profissionais a quem confiam seus veículos.

Para assegurar que não haja reclamação e retrabalho, continue exigindo SABÓ no seu balcão de autopeças preferido. Temos uma completa linha de produtos com a tradição, durabilidade e garantia que você já conhece para vans, picapes e caminhonetes de diversas marcas, modelos e ano de fabricação, além de constantes lançamentos para maior cobertura de aplicações.

CONFIRA AS LINHAS DE PRODUTOS SABÓ MAIS RECENTES PARA VANS, PICAPES E CAMINHONETES:

Compartilhe!