SABÓ participa de pesquisas da FGVcei e Aachen University sobre indústria 4.0

SABÓ participa de pesquisas da FGVcei e Aachen University sobre indústria 4.0


Em 2019, o Centro de Estudo em Competitividade Internacional da Fundação Getúlio VargasFGVcei, conceituada instituição de São Paulo, fez uma pesquisa com 91 multinacionais brasileiras abordando o tema “Transformação Digital das Multinacionais Brasileiras”, baseados numa metodologia desenvolvida pela Academia Alemã de Tecnologia e o Fraunhofer Institute. Os resultados da pesquisa, foram divulgados recentemente e a SABÓ figura entre uma das mais avançadas no que diz respeito ao índice de maturidade da indústria 4.0, estando com a pontuação cerca de 20% acima da média geral e do setor de manufatura, nas categorias de transformação digital, cultura, modelo de gestão, capacitação e recursos computacionais.

Também no primeiro quadrimestre de 2020, a SABÓ foi avaliada pelo Industrie 4.0 Maturity Center de Aachen, na Alemanha e destacada, especialmente pela cultura e seus sistemas de informação, também com notáveis avaliações sobre sua estrutura organizacional e recursos. As fases de “Conectividade”, “Visibilidade” e “Transparência” na Digitalização foram avaliadas como superadas e a consolidação de “Predição” se confirma como o momento atual. Agilidade e eficiência nos tempos de resposta já estão entre os principais pontos de avaliação na pesquisa.

Isso significa que a SABÓ está a caminho de se tornar uma organização “data-driven”, ou seja, uma empresa com estrutura altamente digital em seus processos, que vem se concentrando em alterar os seus valores e práticas organizacionais, bem como alinhar suas lideranças para enfrentar os desafios da transformação digital.

“Esse resultado nos deixa muito felizes, na certeza de que estamos seguindo corretamente, cumprindo com maturidade e planejamento todas as etapas para nos destacar nesta tendência de evolução tecnológica, atendendo as demandas de nossos clientes, garantindo produtos modernos, inovadores e de qualidade ímpar, sustentados por processos robustos.”, declara Ricardo Avila, Diretor Industrial da SABÓ.

“Os veículos estão em constante evolução: passamos de carburados para equipados com injeção eletrônica, por diferentes concentrações de gasolina e etanol, bem como pelos flex, temos os híbridos, elétricos e movidos a células de hidrogênio (fuel cell) – a SABÓ trabalha para estar presente em todos eles, nos diferentes segmentos, entre leves, pesados, duas rodas, bem como nas máquinas, equipamentos, agrícola e linha branca, nas vedações estática e dinâmica com produtos de alta tecnologia , desafiados em suas aplicações. Também estamos atentos para customizar aceleradamente, com aplicação da Indústria 4.0 e tecnologias para a Alta Variedade, quando aplicável, além dos Altos Volumes”, conclui Avila.

A SABÓ foi fundada em 1942 e é líder de mercado na fabricação de juntas, retentores e sistemas de vedação, fornecendo para as maiores montadoras brasileiras e de todo o mundo e também abastecendo todo o mercado de reposição com mais de 3.000 itens em seu portfólio de produtos.

Compartilhe!