Carros de luxo que viraram viaturas policiais

sab_0073_20_imagem_materia

Carros de luxo que viraram viaturas policiais


O que você faria se fosse abordado em uma blitz de trânsito por um policial pilotando um Chevrolet Camaro, um Porsche Cayenne ou um Mercedes-Benz C63S? Provavelmente, iria querer tirar uma foto com os policiais. Isso pode acontecer, pois esses são alguns carros apreendidos pela polícia brasileira e integrados as frotas de patrulhamento.

Com base em uma decisão judicial que autoriza a polícia a ficar com a guarda provisória de veículos apreendidos de traficantes, assaltantes e integrantes do crime organizado, diversos órgãos de segurança estão utilizando esses veículos.

Conheça alguns dos top de linha a serviço da lei

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) do Paraná ganhou o reforço de um Dodge Challenger R/T, equipado com um motor V8 de 5.7 litros, 377 cv e 55,4 mkgf de torque. Ele foi apreendido em 2017 em uma operação contra o tráfico internacional de drogas e cedido à PRF pela Justiça Federal. Hoje é utilizado em Foz do Iguaçu, na região da fronteira com o Paraguai.

Dodge Challenger RT da PRF-PR

Já para a Polícia Militar de Santa Catarina “sobraram” três veículos; um Camaro, um Porsche e um Merceces-Benz . O Camaro e o Porsche estão com o 12º Batalhão da PM, em Balneário Camboriú, já o Mercedes ficou com a Polícia Militar Rodoviária de Santa Catarina (PMRv) e é a viatura mais rápida entre todas as Polícias Militares do país. Ela tem motor de 510 cavalos e faz de zero a 100 km/h em quatro segundos.

O Chevrolet Camaro ano 2012 foi apreendido em 2013 com uma quadrilha.

Chevrolet Camaro da PM-SC

Já o Porsche Cayenne GTS de penúltima geração, com motor V6 de 3.6 litros, biturbo, que gera 440 cv e 61,2 mkgf, está avaliado em mais de R$ 300 mil e chegou a ir para leilão duas vezes, sem que houvesse comprador e por isso foi colocado à disposição da PM-SC.

Porsche Cayenne da PM-SC

Por fim, um singelo Mercedes-Benz E 63, que está a serviço da PMRv – Polícia Militar Rodoviária do estado de Santa Catarina. A intenção da PM é usar o veículo em ações preventivas de trânsito. Antes de ser cedido à PMRv, o automóvel foi a leilão quatro vezes, mas nenhum lance foi feito.

Figure 1Mercedes-Benz E 63 da PMRv-SC

Outro modelo de luxo que passou a usar farda policial foi o Chevrolet Camaro cedido para a Polícia Civil do Rio Grande do Sul. Ele foi apreendido em uma operação contra uma rede de estelionatários, em Passo Fundo (RS), e começou a ser usado pela corporação em junho de 2019.

Chevrolet Camaro da SSP-RS, cedido a Polícia Civil

No Ceará, a Polícia Civil do Estado (PCCE) passou a utilizar um BMW 320i. O carro estava entre os bens apreendidos de um homem condenado por tráfico em uma operação da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD) e liberado pela Justiça para uso da Polícia Civil.

BMW 320i da SSP-CE usado pela Polícia Civil do estado

A Delegacia Estadual de Repressão a Narcóticos (Denarc) de Goiás também usa um carro de luxo apreendido com um traficante durante uma operação. O veículo é um Range Rover Evoque tem valor aproximado de R$ 400 mil.

Range Rover Evoque usado pelo Denarc-GO

O último e mais recente da lista foi cedido a Polícia Militar de Rondônia (PM-RO). Um Camaro que estava apreendido há três anos na Polícia Federal (PF). O veículo de luxo, agora transformado em viatura com autorização da Justiça, vai ser usado em atividades sociais da PM após o período da pandemia do novo coronavírus.

Chevrolet Camaro usado pelo PM-RO

E na sua cidade? Tem algum “carrão” de farda? Conte para a gente e compartilhe estes oficiais da lei que chegam a mais de 200 km/h.

Compartilhe!