Quais seus atores de quatro rodas favoritos?

imagem-principal

Quais seus atores de quatro rodas favoritos?


Não é de hoje, que os automóveis têm roubado a cena de alguns filmes do cinema e seriados de TV. Quem não se lembra do Match 5 dos desenhos e filme do Speed Racer ou, mais recentemente, do Bumblebee, da sequência dos Transformers? Alguns, como o Match 5, nunca existiram de verdade, outros são modelos de série ou adaptados para fazer sucesso nas telinhas e telonas. Vamos conhecer alguns deles?

Os carros já eram sucesso em filmes bem antes dos Velozes e Furiosos, 007 e Caça-Fantasmas.
Nós, da SABÓ, elegemos alguns modelos, de filmes novos e antigos, que foram (e são) sucesso nos filmes, alguns mais conhecidos até que os próprios atores de verdade nos filmes que atuaram. Nenhum destes carros foi indicado ao Oscar ou Globo de Ouro pelas suas atuações, mas com certeza você se lembra deles.
Segure-se no assento e vamos acelerar:

A Supermáquina, o Pontiac Trans Am

Kitt, esse era o nome do Pontiac Trans Am, parceiro do ex-policial Michael Knight em Knight Rider, série exibida no Brasil com o nome de “Super Máquina”. Interpretado por David Hasselhoff. Neste caso, Kitt era o protagonista e o ator era coadjuvante.

Herbie, o Fusca que tem sentimentos

Esse é um clássico. O simpático Herbie do filme, que depois virou série de TV, de “Se o Meu Fusca Falasse”. Um piloto de corrida começa a ganhar todas as provas que disputa graças ao seu carro, Herbie, um fusquinha com vida e personalidade própria.

Batmóvel – uma estrela desde 1943

Batman, junto com as sequencias do agente 007, deve ser o filme com a maior coleção de veículos usados. Começou com um Cadillac 1939 Series 75, conversível, que foi o Batmóvel usado no primeiro filme protagonizado por Batman, em 1943. Na década de 1960, o Homem-Morcego usou um Oldsmobile 88 de 1956 (1), com motor V8, com mais de 230 cv, com algumas modificações na carroceria. Um dos mais lembrados é o modelo da série de TV, montado sobre o chassi de um Lincoln Futura 1955 (2). Mais recentemente, o carro do Homem-Morcego do cinema virou um tanque com formato futurista, o Tumbler (3).

Maximus, o Dodge Charger de Velozes e Furiosos

O Dodge Charger 1970 apareceu pela primeira vez no primeiro filme de “Velozes e Furiosos”. Com visual em preto fosco e motor V8 Mopar, o carro só voltou a aparecer em” Velozes e Furiosos 7”, lançado em 2015, para protagonizar a épica cena final onde o Dogde é destruído.

Eleanor, o Mustang Shelby de 60 segundos

Esse se você ainda não assistiu, vale a pena buscar na internet ou nos serviços de assinatura de filmes. Em “60 Segundos”, o ator Nicholas Cage interpreta um bandido que, para salvar a vida de seu irmão, deve roubar 50 carros em uma noite, e aí ocorre um desfile de clássicos e bólidos. Todos os carros a serem roubados são batizados com nomes e o destaque fica para Eleanor, um incrível Shelby Mustang GT 500 de 1967, o último da lista e que protagoniza as melhores cenas de fuga.

O DeLorean DMC-12, do filme De volta para o futuro

O DeLorean DMC-12, de 1981, com portas gaivota, era muito mais do que um carro. Tratava-se de uma máquina do tempo e apareceu em todos os filmes da trilogia ”De Volta Para o Futuro.” Este foi o único modelo da marca e foi fabricado apenas entre 1978 e 1982, ano de falência da empresa. Quando o filme foi lançado, em 1985, o DeLorean DMC-13 já estava fora de produção.

Bumblebee, o Camaro amarelo

Esse também é um caso em que poucos se lembram dos atores de verdade, mas todos se lembram do herói de quatro rodas. O modelo esportivo da General Motors é Bumblebee, um robô da série Transformers que se transforma num Chevrolet Camaro amarelo. Lançado em 2007, o filme já teve seis sequencias, sendo que a mais recente é especificamente com Bumblebee.

Gran Torino de Starsky & Hutch

Estrela da série policial exibida na TV de 1975 a 1979, o Ford Gran Torino 1974 usado por “Starsky & Hutch – Justiça em Dobro” também é uma marca registrada do filme. A importância do carro pode ser confirmada na refilmagem para o cinema, lançada em 2004, quando os atores Ben Stiller e Owen Wilson, os novos detetives Starsky e Hutch, mantiveram-se fieis ao Ford Gran Torino na cor vermelha e com uma lista branca nas laterais.

Christine, o Carro Assassino

Mas nem sempre os carros de cinema são heróis e os “mocinhos”. No filme “Christine, o carro assassino”, um Plymouth Fury 1958 é um carro que age por conta própria, como se estivesse possuído. Lançado em 1983, com base no livro do mestre do suspense Stephen King, Cristine começa a matar pessoas, além de ser indestrutível, pois tem a capacidade de se autorregenerar. Esse é de arrepiar!

My name is Martin…Aston Martin

O agente britânico com licença para matar contracenou com diversos carros, assim como belas mulheres, mas nenhum teve tanta identificação com 007 quantos os modelos da Aston Martin.
James Bond já esteve ao volante de diversos modelos, como o Sunbeam Alpine Series II, de “007 Contra o Satânico Dr. No”, de 1962; uma Lotus Espirit, em “007 O Espião que me Amava”, de 1977; e até um BMW Z8, em “007 O Mundo Não é o Bastante”, de 1999.
No entanto, nenhum destes superou os modelos da Aston Martin, os preferidos do agente britânico. O modelo DB5, de “007 Contra Goldfinger”, foi o primeiro Aston Martin do espião e é considerado o mais icônico entre todos os carros que vieram em seguida, tanto que fez uma participação especial 30 anos depois no filme “007 Contra Goldeneye”, como o carro pessoal de Bond. Ele utilizou ainda os modelos Aston Martin V8 Vantage, em “007 Marcado para a Morte”, de 1987; e o Aston Martin Db9, em “007 Quantum of Solace”, de 2008; e mais recentemente, o Aston Martin DB10, em “007 Contra Spectre”, lançado em 2015

Três cinquentões que voltaram a cena, os Mini Cooper

Esse também é um filme que vale a pena ver, só que duas vezes: um na versão original de “Um Golpe à Italiana”, estrelada pelo veterano ator Michael Caine, lançado em 1969, e depois no remake feito em 2003, que tem o título de “Uma Saída de Mestre”, estrelado por Mark Wahlberg.
Tanto na versão original, quanto na nova, as estrelas do filme são os Mini Coopers, um azul, um vermelho e um branco, que servem de transporte para o grupo que executa um audacioso assalto. Os três charmosos Mini Coopers roubam as cenas nas fugas por lugares inusitados. Na versão de 69 eles desfilam em alta velocidade, fazendo malabarismos pelas ruas de Turim, na Itália. Já na nova versão, a fuga acontece em Los Angeles, nos Estados Unidos, sendo que a fuga pelos tuneis do metrô da cidade figuram entre as melhores sequências cinematográficas.
Quais são os seus favoritos? Pegue a pipoca e começa a escolher…

Compartilhe!